Postagens

Mostrando postagens de 2009

O Protegido do Dragão

Durkad fazia sua patrulha rotineira, cobrindo vários dukes de terra à procura de sinais do inimigo. Os exércitos do escolhido do Sol logo deveriam se mobilizar para a grande e última batalha de Esdra. Os elfos ainda resistiam, mas não poderiam suportar o pesado ataque da cavalaria alada inimiga. As cidades élficas eram belíssimas, mas extremamente difíceis de se defender. Era esta a opinião de Durkad e ele sabia que suas opiniões eram sempre corretas.
Fortinária, entretanto era fácil de se defender. Na verdade a fortaleza era um bastião de força e glória dos anões em Denaroth. Esculpida em uma montanha, a capital do reino de Kadres jamais havia sido derrotada em sua história. Nunca um Dunkar foi subjulgado dentro de suas muralhas, e a profecia anã ainda continuava intacta. Todos confiavam em seu novo líder, aquele que dizia ter sido escolhido por Toran para trazer a glória aos anões novamente: Krelian era seu nome e sua simples menção era suficiente para causar pânico nos inimigos de …

O Filho de Akalin

Akalin, discípulo de Tilintalos, é famoso entre os Dragorianos.
Sua fama e coragem se espalharam longe, e o halfling ainda é respeitado entre aqueles que viviam sob a bandeira de Dragória. Ele era admirado por ser o último membro do grupo que derrotou Oderon, o poderoso vampiro discípulo de Mokus.
O astuto halfling era um herói audaz, poderoso e destemido. Após muitos anos servindo ao reino de Dragórios, ele encontrou paz e tranquilidade numa pacata vila litorânea ao norte de Dragórios. Lá ele constituiu seu lar e iniciou sua família.
Vivia tranquilamente com seus filhos e sua esposa à beira mar, quando os ataques Davianos começaram. Logo o herói foi chamado para ajudar a se proteger dos invasores, liderados por um suposto ser mítico. Akalin pensou que seria apenas mais uma missão de rotina, mas não eram estes os planos do destino para ele.
Akalin teve uma vida heróica, sendo responsável por várias canções dos bardos de Esdra, porém a idade e o cansaço minavam as forças do lendário h…

A lenda do brilho sombrio

Drowmorëldor é conhecida em Esdra como "A Cidade Sombria". O mau e o medo imperam na região aos arredores da cidade. A cidadela fortaleza é famosa por seus cruéis habitantes: Os poderosos elfos negros.

Quando atingem uma determinada idade, uma prova lhes é imposta. Os jovens drows devem provar seu valor vivendo no exílio, na perigosa e selvagem floresta da morte por três anos, para que possam retornar e serem considerados verdadeiros membros da sociedade Drow. Apenas os poderosos sobrevivem ao cruel teste, e Laucian era um destes.
Filho do Rei Lastiël, ele fora o caçula de 3 irmãos. Lorus, Elricth e Laucian sempre foram muito cobrados por toda a sociedade, pois os principes Drows sempre devem ser os mais fortes entre todos os demais de sua raça. Desde pequenos, os três principes foram preparados para uma vida de luta e glória. Aprendendo a suportar a dor e sendo instruídos nos rituais maléficos da sociedade dos elfos sombrios. Quando foram para o exílio, os principes resolve…

O chamado de Serena

Mikael nasceu no primeiro dia do calendário Dragoriano. Dia reservado a homenagens para Serena, a Deusa da vida. Desde pequeno, o jovem garoto aprendeu a respeitar e louvar a poderosa Deusa. O cuidado com a natureza e respeito à vida sempre foram marcas registradas da criança.
Certa noite, Mikael teve um sonho com Serena. No sonho, a Deusa o alertava para um grande mal que se abateria sobre sua pacata vila e o aconselhava a fugir dalí, junto com os outros habitantes. A criança despertou e logo alertou a todos ao seu redor sobre o sonho revelador, incitando-os a fugirem. Porém, seus onze anos de idade foram uma grande barreira na crença da maioria das pessoas e apenas seus pais acreditaram na revelação que a jovem criança havia tido.
Contudo, Mikael tentou convencer os cidadãos de sua vila até o ultimo minuto, o que acabou lhe custando um precioso tempo. Partiram com um grande atraso e o mal pode ser presenciado por ele e seus apavorados pais.
Grandes sombras cobriram as estrelas do c…

A trágica história do Dragão Vermelho-Ouro

Balseraph e Berohar nasceram do mesmo ovo, Dragões vermelhos gêmeos ligados pelo sangue.


Apesar de serem gêmeos, os dois apresentavam comportamentos diferentes. Berohar, contrariando sua natureza de dragão vermelho, adotava um comportamento complacente e até mesmo bondoso algumas vezes, enquanto Balseraph personificava a maldade e fazia jus a odiosa fama atribuída aos dragões cromáticos.


Até atingir a idade adulta, os dois dragões, ligados por fortes laços de sangue, se mantiveram juntos, apesar das diferenças, porém, quando a maturidade finalmente os alcançou o convívio se tornou absolutamente impossível.


Balseraph separou-se de Berohar, indo viver em uma isolada região ao leste. O dragão, apesar de jovem, possuía grande talento e poder, conquistando rapidamente uma vasta área a qual chamou de seu território. Berohar tomou um rumo diferente e partiu em uma peregrinação para tentar compreender o motivo de ser tão diferente do restante dos dragões vermelhos. Queria descobrir por que a …